A humanização no tratamento de crianças com câncer

 

Na manhã do último sábado, 2 de julho, o programa Notícias da Capital (da Rádio Capital) entrevistou o oncopediatra Dr. Jairo Cartum, e ¨Padrinho Mágico¨ do Big Riso, como foi apresentado, pelos jornalistas Wagner Belmonte e Amanda Alves.

 

O Dr. Jairo Cartum é Mestre e Doutor em Medicina pela USP, na especialidade de oncologia pediátrica, e professor responsável pela Oncologia Pediátrica na Faculdade de Medicina do ABC.



No Brasil há cerca de 12 mil casos de câncer infantojuvenil ao ano. E o tratamento humanizado está incluso em quase todos os hospitais, ambulatórios e unidades de saúde.

 

Mas quais são os sintomas que os pais devem ficar atentos?

Dr. Jairo cita: ¨aqueles sintomas que se mantêm e pioram ao longo do tempo ou seja, dores como de cabeça, barriga ou até febre muito forte, podem ser sinais de alerta. Mas lembre-se: apenas os sintomas que se mantem e pioram ao longo do tempo. Sempre que percebido, leve a criança a um médico¨.

 

É importante ressaltar que as chances de curas nas crianças são de 75%, sendo 4 em cada 5 crianças em tratamento. E quanto mais precoce o diagnóstico, melhor e mais eficaz o tratamento.





Risoterapia e Pet Terapia no tratamento

Quando o ambiente fica mais humanizado, o tratamento da criança já se torna diferente, ela se sente melhor e mais confortável, pois poderá brincar com os palhaços ou os animais. Trazendo um resultado melhor na cura da criança, pois envolve também a saúde emocional dela.

 

Ao final da entrevista, Dr. Jairo foi questionado sobre o que ele diria para uma pessoa que quer ser voluntária, mas ainda não deu o primeiro passo.

¨Para ser voluntário, basta querer ajudar o próximo, pois qualquer tipo de trabalho voluntário pode ser realizado, até o trabalho de você rezar pelas crianças é um trabalho voluntário também. Ser palhacinho do Big Riso, por exemplo, eles fazem um trabalho maravilhoso com as crianças e as equipes de saúde no ambulatório. O trabalho voluntário pode ser também você ajudar a arrecadar recursos para ajudar o serviço. No nosso ambulatório, temos como exemplo as voluntárias dra. Renata, que é dentista, e a Milena, que é psicóloga, além de muitos outros profissionais. Ou seja, basta a pessoa ter um coração grande e a intenção de ajudar. Quem quiser, pode nos procurar lá no Ambulatório de Oncopediatria da Faculdade de Medicina do ABC, que vemos onde podemos encaixar¨ disse o Dr. Jairo


             

Para ver a entrevista completa acesse o link: https://youtu.be/RDI7M81wLys?t=4638

 

E você, que tal ser um voluntário do Big Riso e levar muitas risadas e amor para a criançada?

Entre em contato com um destes números (11) 99205-6590 ou (11)98220-7001