segunda-feira, 8 de julho de 2024

Julho Amarelo: conscientização e luta contra hepatites virais

 


Julho Amarelo é uma campanha importante de conscientização e luta contra as hepatites virais, destacando a necessidade de informação, prevenção, diagnóstico e tratamento das hepatites A, B, C, D e E. No Brasil, as mais comuns são as hepatites causadas pelos vírus A, B, C e D.

Transmissão

Hepatite A:

  • Contato íntimo
  • Alimentos ou água contaminada por fezes com o vírus

Hepatites B, C e D:

  • Contato com sangue e hemoderivados
  • Relação sexual
  • Transmissão da mãe infectada para o recém-nascido

Sintomas

  • Febre
  • Mal-estar
  • Tontura
  • Enjoo
  • Vômitos
  • Dor abdominal
  • Pele e olhos amarelados
  • Urina escura
  • Fezes claras

Diagnóstico

O diagnóstico pode ser feito através de testes rápidos e exames de sangue. O SUS oferece testes rápidos para hepatites B e C, recomendando que todas as pessoas sejam testadas ao menos uma vez na vida, com testagem periódica para populações mais vulneráveis.

Prevenção

  • Higiene pessoal: Lavar as mãos com água e sabão após usar o banheiro, trocar fraldas, cozinhar e se alimentar.
  • Vacinação: Desde 2014, a vacina contra a hepatite A é oferecida para crianças até 5 anos, pessoas vivendo com HIV e com doenças hepáticas crônicas, o que já reduziu a incidência dessa hepatite.
  • Prevenção das hepatites B e C:
    • Uso de preservativo nas relações sexuais
    • Exigir materiais esterilizados ou descartáveis
    • Não compartilhar itens pessoais

A conscientização e a prevenção são fundamentais para controlar e reduzir a incidência das hepatites virais. A campanha Julho Amarelo é uma oportunidade de lembrar a importância dessas ações para a saúde pública.


Saiba mais em: Hepatites virais: conheça os serviços oferecidos pelo SUS para tratamento, diagnóstico e prevenção

Nenhum comentário:

Postar um comentário